sexta-feira, 12 de julho de 2013

Querida Nonô #8 - O teu papá

O pai André é das melhores pessoas que conheço. Às vezes irrita-se, mas tem um coração do tamanho do mundo. É o meu melhor amigo, e damo-nos tão bem! Até discussões e amuos são em estilo micro. Sinto todos os dias que fomos feitos um para o outro.

Viste bem como ele cuidou de nós quando a mamã tinha que repousar? Ou quando estivemos internadas? Ele deu tudo de si, e daria muito mais se tivesse a oportunidade [tenho a certeza]. Que paizão arranjaste, hã?

Até apostava que és uma menina do papá! Ou o papá é um papá da menina, não sei bem... Mas havias de ver o brilho nos olhos dele quando vinha de estar contigo. Havias de ver o orgulho a sair por todos os poros daquele que eu conhecia tão bem, mas em quem despertaste uma alegria maior, uma cor maior, uma vontade maior de viver e ser feliz. E eu apaixonava-me por ele mais uma vez, e outra, tal como me apaixonei por ti quando te vi. Mas durante os dois dias em que a mamã também esteve com muitos tubos e tonta pelos remédios que me estavam a dar, e não te pude ir conhecer lá ao 7º piso, tu e o pai tiveram os vossos momentos. E ele trazia-me fotos, vídeos, e eu sentia-te ali. O início da nossa família feliz a crescer.

Quando te fui conhecer, assustei-me com tantos aparelhos, tantos sons. A mãe é médica, mas nestes momentos nada disso importa para nos sentirmos perdidos...Ou se calhar ainda nos faz sentir mais perdidos! Mas a confiança do papá, a explicar que "aquele alarme toca muitas vezes, mas é só porque o sensor está mal posto...vês? Já está bem outra vez" ou a mostrar-me os registos clínicos daquele dia, e a explicar-me., era admirável. Um papá exemplar, que praticamente aprendeu todos os termos e explicações médicas necessárias naqueles dois dias em que não te pude ver. Mal dormia para ir logo de manhãzinha ter contigo, e notava-se uma agitação nele quando não estava perto de ti.

Quando estavamos os dois e ele me falava de ti e das lições que já lhe tinhas dado, do tanto que já lhe tinhas ensinado sobre a vida em tão pouco tempo, dizia-me várias vezes que não te trocava por nada nem ninguém. Que eras a filhota perfeita que ele queria, tal e qual eras. E que, acontecesse o que acontecesse, serias para sempre a princesa Leonor dele, e que não trocava ter-te conhecido e os vossos/nossos momentos por NADA.

Porque sabes, chegámos a conversar sobre se seria mais fácil não te termos conhecido, não termos passado por nada disto...Mais fácil era, de certeza... Mas não seriamos agora tão ricos, não teríamos tocado o céu com a união dos nossos corações, e se a vida é para evoluirmos ao longo dela, com certeza esta foi uma oportunidade chave que nos deste... uma honra que temos que aproveitar plenamente.

E nisto também o teu pai está a ser perfeito para mim. Compreendemo-nos, choramos juntos (às vezes conseguimos chorar sem lágrimas), rimos juntos, e sei que não conseguiria nada disto sem ele. Tu bem sabes... Se calhar, isto até já estava planeado há muito tempo pelo Universo, e ele veio até mim para vivermos isto juntos, e vivermos muito mais. Porque estamos decididos a ser felizes. E sei que os três, a ajudar-nos mutuamente, havemos de conseguir! É um privilégio ter na Terra a ajuda de um anjo do Céu.

Amo-te Leonor. Amo-te André.

[E amo todos os que nos têm apoiado, de tantas maneiras! Muito obrigada por estarem por aí]

16 comentários:

  1. e que esse amor vos una sempre... beijinho

    ResponderEliminar
  2. Muito lindo... Que amor imenso o vosso....

    Beijos Vera

    ResponderEliminar
  3. Mta força! Só seres mt especiais podiam ter tido a Nô! Um grande beijinho

    ResponderEliminar
  4. A vossa LEONOR está muito FELIZ e muito orgulhosa,por ter um PAI e uma MÃE,MARAVILHOSOS.
    Xi coração grande.

    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E nós orgulhosos da nossa menina! Beijinho*

      Eliminar
  5. Antes de vir à terra a Nô fez duas escolhas:
    - Um corpinho fragil, porque o seu espirito já é tão evoluido que não precisava de estar cá mais tempo
    - Escolheu-vos como pais, para que o vosso amor crescesse e se fortificasse ainda mais.

    Onde está a Nô está-vos grata pelo que fizeram pela sua evolução e guiar-vos-á sempre para que sejam felizes.




    ResponderEliminar
  6. Leonor, Ana e Andre, simplesmente OBRIGADA! O mundo e melhor por voces existirem! Beijocas

    ResponderEliminar