quarta-feira, 18 de setembro de 2013

A Ciganita

Fui à consulta de acompanhamento pós-parto. A caminho do piso da consulta, uma ciganita pequenina começou a correr à minha volta, a cantar um alegre "LALALALALA". Sorri para ela. Logo depois vem a mãe, com um ar desesperado, e põe-me um papel na mão.

- Maria!!! Pára com isso,não incomodes as pessoas! Menina, eu não sei ler! Diz aqui quando é a próxima consulta? Em que dia e a que horas?

Espreitei o papel. 

- A médica escreveu aqui que é no dia 18. As horas é que não escreveu.

Pensei um pouco nos procedimentos habituais, e acrescentei:

- Mas foi à secretaria? Tem que ir lá com este papel, e eles depois é que confirmam.

- Mas onde é a secretaria? Eu não sei! Eu não percebo nada disso!

- Não faz mal. Venha lá comigo...

- Vai para lá? Também está grávida?

- Estive.

- Então o bebé?

- A bebé nasceu cedo demais, às 26 semanas. Seis dias depois, partiu.

- Xiiiiiii!! 26 semanas??? Coitadinha!!... Hmmmm....26 semanas... isso é pouco não é? Quantos meses são?

- À volta dos 6 meses e meio.

- Ah... É pouco, não é? Eu também perdi 3 antes daquela - e apontou para a pequenita que cantava. - E tenho um de 3 meses em casa. E agora tenho este na barriga.

Sorri. Ela sorriu.

Lá chegámos à secretaria, e marcaram a consulta.

- Que bom que vim consigo, porque isto é longe de onde eu tive a consulta. Não sei se dava com isto. Obrigada!

- De nada. E felicidades para os pequenos todos.

Agarrou-me na mão, e ao contrário da maioria das ciganas que me agarraram na mão naquele Hospital, ela não olhou para a mão, a tentar cobrar-me por uma leitura de sina. Olhou para mim a acenar com a cabeça, e disse:

- Não tarda vai ter também um bebé. E com os 9 meses todos! Tem que ter muita força, mas vai correr bem.

Foi a primeira vez que não me queriam ler a sina, e foi a primeira vez que eu gostaria que aquelas palavras fossem realmente o meu futuro :)


[PS: Não usei a palavra "Ciganita" com qualquer tom depreciativo, obviamente. Usei-a porque me faz lembrar uma saga de que gostava em miúda, com "Os Cinco e a Ciganita". E porque neste caso eram bastante concordantes com o estereótipo :)]

15 comentários:

  1. Tenho muita fé de que essas palavras tão bonitas se vão tornar realidade. É bom perceber que a senhora ficou a pensar no teu caso... e se ela disse, eu acredito!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero que ela e tu tenham razão! :) Obrigada, querida!*

      Eliminar
  2. Tens que ter fé que tudo vai correr bem. Beijinho :)

    ResponderEliminar
  3. Essa cigana devia ser sensitiva, não é preciso ler a mão para sentir a energia da pessoa, tem fé pois eu acredito nisso; eu estava gravida de apenas 6 semanas e uma cigana me deu os parabéns pela gravidez eu fiquei chocada por isso e bem provavel sim beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero mesmo que ela tenha toda a razão do mundo! *

      Eliminar
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
  4. Da próxima vai correr tudo bem vai ver...
    Um beijinho grande!

    ResponderEliminar
  5. :)
    Vai ficar tudo bem!
    ;)
    Admiro-vos!
    Tanto amor! Tanta coragem!
    :D

    ResponderEliminar
  6. Sim Adek! Vai correr tudo bem :) Tenho a certeza! Ser mãe é isto mesmo viver sem a certeza de nada mas ter a certeza de tudo e acreditar, SEMPRE!

    ResponderEliminar