domingo, 28 de dezembro de 2014

Quem diria? (com votos de continuação de Boas Festas, já que me baldei aqui aos votos de Feliz Natal)


Big Hero 6. Sessão das 16h, num sábado. 93% de lotação da sala a 10 minutos de começar o filme. Crianças a correr, gritar e guinchar por todo o lado. Um adulto para cada 4 crianças (por aí).

O terror...........

Se só com adultos na sala há sempre alguém que bebe sofregamente uma bebida interminável, alguém com a obsessão de chocalhar freneticamente os pacotes de pipocas antes de tirar uma ou ainda comentadores que não conseguem controlar o volume da sua voz, e só lhes saem coisas parvas, com uma sala cheia de crianças, hmmmmm...mal podia esperar!

Começou o filme, e nada...nem um piu.

A minha perplexidade continuou durante o intervalo, onde crianças voltaram a correr por todo o lado, nos corredores, junto ao ecrã, aos guinchinhos, em brincadeiras que não faziam prever minimamente o seu comportamento durante o filme.

Começou a segunda parte e de novo: nem um piu.

Fiquei fascinada, e acho que agora, no cinema, só filmes de animação, e durante a tarde. Perdi a fé nos adultos que vão ao cinema, e fiquei fã dos cinéfilos mais pequeninos.

4 comentários: